Lupicínio Rodrigues

Criado em Quinta, 18 Julho 2013

 

 

 

LUPICÍNIO RODRIGUES 1

 

 

Lupicínio Rodrigues nasceu em Porto Alegre, aos 19 de setembro de 1914. Foi o quarto, de 21 filhos, de uma família extremamente musical. Em 1928, então com 14 anos, compôs a marchinha Carnaval. Com 16 anos incompletos, o pai obrigou-o a se alistar voluntariamente no Exército. Em Porto Alegre, veio a conhecer em 1932, o compositor carioca Noel Rosa; depois de ouvir algumas músicas de Lupicínio, Noel deu sua opinião sobre aquele rapaz de apenas 17 anos, dizendo: “Este garoto é bom! Este garoto vai longe!” Em 1933, foi transferido para Santa Maria, interior rio-grandense, onde conhece Inah, sua musa inspiradora. Para ela, ou por causa dela, compôs as canções Felicidade, Zé Ponte e Nervos de aço.

Mesmo já tendo composto inúmeras músicas, Lupicínio não se empenhava em divulgá-las. Sua primeira gravação só ocorreu em 1936. Mas a predição de Noel Rosa se cumpriu: ele realmente foi longe. Suas músicas alcançaram sucesso em todo o Brasil e até no exterior. Era procurado por cantores de toda a parte. Ele fez de Porto Alegre, a capital do samba-canção.

Torcedor do Grêmio, em 1953, compôs o hino do clube tricolor: “Até a pé nós iremos, para o que der e vier; mas o certo é que nós estaremos, com o Grêmio, onde o Grêmio estiver.”

Lupe, como era chamado desde pequeno, foi descrito como um homem de temperamento calmo, modesto, meio desligado, passo lento e voz macia. Era um apaixonado pela música. Deixou mais de uma centena de canções gravadas; porém, outras centenas foram perdidas, esquecidas ou encontram-se à espera de alguém que as resgate.

Lupicínio foi o inventor da “dor-de-cotovelo”, expressão que denota o sentimento de tristeza por um amor que se perdeu. Sua vida dividia-se entre a boemia e o aconchego do lar. Buscava em sua própria vida a inspiração para suas canções, nas quais amor e tradição andavam sempre juntos.

Com versos tristes e profundos, Lupicínio conseguia tocar todos os corações. Ninguém soube cantar como ele, a dor e a desilusão de forma tão genial. Sua música mais famosa, “Felicidade" foi gravada por vários artistas, inclusive, por Caetano Veloso.

O compositor faleceu em Porto Alegre (RS), aos 27 de agosto de 1974.

 

ENTREVISTA PARA O PASQUIM

 

Trechos da entrevista de Lupicínio Rodrigues para O PASQUIM - Edição nº 225, aos 29-10-1973:

O PASQUIM - É verdade que você é o primeiro de 21 filhos?

Lupicínio - Nilo, eu sou o quarto de 21 filhos. Primeiro minha mãe teve três filhas mulheres, e o meu pai havia prometido que, se o quarto nascesse mulher, ele iria enforcar. Por felicidade, nasci eu, e ele não me enforcou. Por ser o primeiro filho homem, me criei como a criança mais mimada da família.

O PASQUIM - Você é um dos maiores compositores populares brasileiros. Mas sempre viveu no Rio Grande do Sul?

Lupicínio - Graças a meu bom Deus sempre vivi no Rio Grande do Sul. Tive a felicidade de ficar conhecido universalmente, e agradeço isso aos marinheiros que visitavam a minha terra naquela época, quando não havia transporte para lá, a não ser o marítimo. Os marinheiros chegavam a Porto Alegre, aprendiam minhas músicas e saíam a divulgar pelo Brasil.

O PASQUIM - Lupicínio tem mil histórias para contar. Por exemplo, "Vingança". É uma música que em 52 dominou o Brasil inteiro. Jornais publicavam e ressaltavam o que houve na época por causa daquela música. Houve tentativas de suicídios, etc. A quem dedicou "Vingança". Que mulher é essa, onde ela esteve, onde ela está?

Lupicínio - A mulher que me inspirou "Vingança" viveu comigo seis anos. E depois terminou namorando um garoto que era meu empregado.

O PASQUIM - O que você ensinou de mais importante, o que você transmitiu de mais importante?

Lupicínio - Olha, eu vou dizer uma porção de frases e coisas que eu fiz. Por exemplo: "É melhor brigar junto do que chorar separado". Tem outra que diz assim: "Ela nasceu com o destino da lua / pra todos que andam na rua / não vai viver só pra mim".

O PASQUIM - É lindo. É uma grande frase.

Lupicínio - Tem uma outra que diz assim: que eu fiz: "Vocês Marias de agora/ amem somente uma vez/ para que mais tarde esta capa/ não sirva em vocês".

O PASQUIM - Ele está dizendo os versos importantes da vida dele.

Lupicínio - Tem outro que diz assim, desses pobres moços: "Se eles julgam que o futuro / só ao amor dessa vida conduz / saibam que deixam o céu por ser escuro / e vão ao inferno à procura da luz". E assim tem uma porção de coisas.

 

Vídeo sobre Lupicínio Rodrigues

da Série

20 Gaúchos que Marcaram o Século XX 2

GRANDES SUCESSOS DO COMPOSITOR

 

Loucura

Nervos de Aço

Ela disse-me assim

 

 

FONTES:

1 http://maragatoassessoramento.blogspot.com.br/2009/09/gauchos-ilustres_14.html

2 http://mediacenter.clicrbs.com.br/templates/player.aspx?uf=1&contentID=160211&channel=45

Wednesday the 17th. Joomla Templates Free.