Modelos para Túmulos

Criado em Quarta, 11 Junho 2014

 

 

 

Modelos para Túmulos


Na Porto Alegre de 1919 havia modelos nus para monumentos funerários

 

 

Em seu livro Monumentos de Porto Alegre, Rodrigues Till revela o espanto do representante da revista Kodak ao ver que, na capital gaúcha, os escultores utilizavam, já em 1919, modelos vivos – e seminus – para produzirem seus trabalhos. E tais trabalhos eram especialmente dedicados aos monumentos funerários. Em visita à indústria de João Friedrichs, uma das mais bem-sucedidas no segmento, o repórter da revista viu e fotografou uma mulher de seios de fora servindo de modelo para a confecção de uma estátua de mármore. Apesar do conservadorismo dos costumes, foi uma época em que Porto Alegre se caracterizou pela abertura à arte. 
Escultores vinham até do Exterior para, por exemplo, produzir os monumentos que fizeram dos cemitérios de Porto Alegre uma atração turística. Dezenas de túmulos, nos cemitérios de São Miguel e Almas e da Santa Casa guardam até hoje importantes trabalhos de escultores, entre outros os do pelotense Antônio Caringi, que em sua trajetória produziu também a estátua de Bento Gonçalves e do Monumento ao Expedicionário.

FONTE: Monumentos de Porto Alegre, de Rodrigues Till, Porto Alegre, 2001, artigo publicado no jornal Zero Hora de 12 de outubro de 2010

 

 

Monday the 20th. Joomla Templates Free.